sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Brasil para no goleiro Lampe e empata com a Bolívia em La Paz em 0 a 0

O Brasil não tomou conhecimento da altitude de La Paz, jogou bem, criou várias chances e só não conseguiu vencer a Bolívia na tarde desta quinta-feira devido a uma grande atuação do goleiro Lampe. Neymar foi o principal jogador da Seleção Brasileira na partida.
Com o empate, o Brasil chega a 38 pontos na liderança isolada e já com o primeiro lugar garantido nas Eliminatórias Sul-Americanas. A Seleção Brasileira encerra sua participação na competição diante do Chile na próxima terça-feira em São Paulo. Já eliminada, a Bolívia faz seu último jogo diante do Uruguai, em Montevidéu.
Goleiro Lampe para o Brasil no primeiro tempo
A altitude combinada com o gramado ruim do estádio Hernando Siles deixou o jogo entre Brasil e Bolívia em velocidade lenta. Ainda assim, a seleção comandada por Tite conseguiu ter as melhores oportunidades do primeiro tempo e só não foi para o intervalo em vantagem pela grande atuação do goleiro boliviano Lampe.
Lampe até deu impressão de que estava pronto para entregar quando logo aos 40 segundos bateu um tiro de meta errado e deu a bola nos pés de Neymar. O craque brasileiro apostou no fator altitude e tentou o chute de longe, mas pegou mal na bola.
A Bolívia conseguiu ameaçar o gol de Alisson apenas duas vezes nos primeiros 45 minutos. A primeira foi aos 15, quando após escanteio ensaiado, a bola chegou a Machado na entrada da área. Livre, o meio-campista boliviano soltou a bomba, mas a bola passou à direita do gol.
Depois disso começou a brilhar a estrela de Lampe. O Brasil criou sua primeira grande chance aos 24 minutos com Neymar. O camisa 10 chutou colocado da entrada da área e só não marcou porque o goleiro boliviano foi perfeito para pular no canto e fazer a defesa.
Logo depois, o Brasil perdeu Thiago Silva por lesão. Marquinhos entrou em seu lugar, o que não mudou o panorama da partida. E a Seleção Brasileira criou mais uma chance aos 32. E novamente com Neymar. Dessa vez, ele invadiu a área e chutou cruzado para nova defesa de Lampe. O goleiro boliviano ainda apareceu bem mais uma vez ao defender chute de Gabriel Jesus, da entrada da pequena área, aos 37.
Quando Lampe não fazia a defesa era a zaga quem impedia Neymar de fazer o gol. Aos 42, o atacante venceu o goleiro boliviano e chutou para o gol, mas Valverde apareceu em cima da linha para tirar de cabeça. Neymar ainda apanhou o rebote e chutou de novo para mais uma vez Valverde tirar quando Lampe já estava batido no lance.
A Bolívia só voltou a levar perigo nos acréscimos do primeiro tempo. E foi sua melhor chance. Aos 46, Bejarano chutou da entrada da área e acertou o travessão de Alisson. A bola ainda voltou para Arce, que conseguiu cabecear, mas o goleiro brasileiro se levantou rápido e fez a defesa.
Brasil baixa o ritmo, mas ainda assim cria chances no segundo tmepo
Destaque do primeiro tempo, o goleiro Lampe iniciou o segundo fazendo mais uma grande defesa. Logo aos 2 minutos, Neymar bateu falta para a área, Paulinho desviou e Lampe deu um tapa para evitar o gol. A bola ainda bateu na trave antes de sair pela linha de fundo.
O duelo Neymar x Lampe voltou a acontecer aos 8 minutos. Dessa vez, o camisa 10 viu o goleiro adiantado e tentou a finalização por cobertura, mas pegou mal na bola e Lampe fez a defesa sem muita dificuldade. Aos 15, o lance foi diferente. Dessa vez Neymar acertou em cheio na bola, que passou entre as mãos de Lampe, mas bateu na cabeça do goleiro e mais uma vez o gol brasileiro não saiu.
Com o passar do tempo, a altitude foi pesando para o Brasil. O técnico Tite mexeu na equipe com Willian e Fernandinho nos lugares de Philippe Coutinho e Paulinho.
Mesmo com dois jogadores descansados, a Seleção Brasileira pouco ameaçou o gol de Lampe na reta final da partida. A única jogada perigosa foi com Gabriel Jesus. Após lançamento de Neymar, o camisa 9 cabeceou e ele, Lampe, mais uma vez, pulou para fazer a defesa e garantir o 0 a 0.
Eliminatórias 2018
Bolívia - 0
Lampe; Bejarano ,Valverde e Raldes; Gutiérrez, Morales, Machado, Justiano (Castro) e Fierro (Álvarez); Arce (Saucedo) e Marcelo Moreno. Técnico: Alberto Ilanes.
Brasil - 0
Alisson; Daniel Alves, Thiago Silva (Marquinhos), Miranda e Alex Sandro; Paulinho (Fernandinho), Casemiro e Renato Augusto; Philippe Coutinho (William), Gabriel Jesus e Neymar. Técnico: Tite.
Cartões: Valverde (BOL)
Árbitro: Fernando Rapalini (Argentina).
Local: Estádio Hernando Siles, em La Paz na Bolívia

Nenhum comentário:

Postar um comentário