Player da RNVW Ao Vivo RNVW Record Play Plus

domingo, 1 de abril de 2018

Grêmio goleia Brasil de Pelotas por 4 a 0 e fica perto do título Do Gauchão 2018 O Xavante teve um jogador expulso e Tricolor aproveitou vantagem numérica De 11 contra 10 Jogadores na Arena

O Grêmio garantiu a Páscoa da torcida, neste domingo, Aplicou um 4 a 0 na Arena e definiu um sonoro chocolate na Arena. Ao invés do coelhinho, contudo, foram as feras Jael e Everton que demoliram a defesa do Brasil de Pelotas e deixaram a equipe com nove dedos na taça do Gauchão.
O Tricolor protagonizou um amplo domínio nos 20 minutos iniciais, mas perdeu as duas melhores chances de gol. Apesar de deixar a posse de bola com os gremistas, contudo, o Xavante incomodou muito nos contra-ataques, desperdiçando a melhor oportunidade da etapa com Calyson.
A Marcação xavante
A primeira chance, por sinal, foi dos pelotenses. Luan errou passe e Calyson foi acionado no contragolpe. O atacante invadiu a área e tentou o chute cruzado, mas Grohe, bem colocado, fez a defesa, além de repor rápido para o jogo. No contragolpe, Calyson recebeu na meia-lua e chutou forte da risca da área, mas Grohe conseguiu defender.
Depois dos 25 minutos, o Brasil emparelhou o jogo e deixou escapar a chance de abrir o placar. A zaga gremista fez água no cruzamento e Calyson subiu livre para cabecear, mas mandou sobre a meta.
O Brasil de Pelotas Ja com 1 a menos
Sem tanto espaço, na bola parada é que o Tricolor seguiu tentando abrir vantagem. Aos 33, Luan foi esperto no escanteio e achou Arthur livre na meia-lua. O volante chutou com endereço certo, mas Éder Sciola se atirou e colocou a mão na bola. Falta perigosa e cartão amarelo. Luan cobrou colocado, mas um leve desvio na barreira evitou o perigo. Antes do intervalo, Sciola saltou com o joelho nas costas de Luan e acabou expulso, complicando a vida do Xavante.
O Chocolate tricolor
O cartão vermelho desmontou a excelente marcação xavante para a segunda etapa e Renato ainda colocou "fogo no jogo" com a entrada de Alisson no lugar de Léo Moura. Mas quem participou de todos os gols foi Jael, maestro de um chocolate cruel. Logo no primeiro minuto, ele recebeu de Arthur e rolou para Éverton fulminar cruzado o 1 a 0, rente ao poste direito.
Lourency tentou aproveitar uma bobeada do Grêmio no retorno e recebeu livre no pivô de Calyson. Chutou forte, mas errou a mira, à esquerda do gol. Seria o único ataque mais efetivo com bola rolando do Brasil.
Aos 9 minutos, tinha mais Jael. Maicon lançou o centroavante livre na área e ele cabeceou para o gol, mas em cima de Pitol. O problema é que o goleirão deu rebote para Alisson. O garoto furou, mas deu sorte. A bola caiu entre suas pernas e ele conseguiu empurrar para o fundo do gol, mesmo caído: 2 a 0.
Jael e Everton, dupla dinâmica Tricolor ataca de novo
Só dava Tricolor e aos 13, Maicon tentou guardar o seu. Recebeu no meio e acelerou com confiança. Viu o espaço e disparou o chute cruzado, mas passou à direita do gol de Pitol. No lance seguinte, Jael experimentou o chute, mas Pitol fez a defesa.
O Brasil ainda tentou alguma coisa em cobrança de falta, aos 23 minutos. Ednei chuveirou na área do Grêmio, Heverton desviou de cabeça, mas mandou por cima.
Já chegou? Não, "Jael"! Aos 24, o centroavante foi acionado na risca da área e desviou com muita categoria de calcanhar. A bola foi parar com Everton, que completamente livre encheu o pé para decretar goleada. Depois de duas assistências, missão cumprida. Jael saiu ovacionado (como a Páscoa merece) e deu lugar para Thonny Anderson.
Desmontado, o Xavante ainda viu o Grêmio ampliar para 4 a 0 em falha do goleiro Marcelo Pitol. Ramiro cobrou falta de muito longe e enfiou uma patada no meio da goleira. Pitol tentou tirar de soco, mas empurrou a bola para o fundo da meta.
Milagrohe e fim de jogo perfeito
Quase veio o quinto, aos 42 minutos. De pé em pé, a bola passou por Arthur, Cortez até chegar na área para Éverton. O garoto chutou de primeira, mas carimbou a trave esquerda. Aos 43, Marcelo Grohe também quis mostrar que é craque. Alisson Farias recebeu na pequena área e chutou com efeito, à queima-roupa. O goleirão conseguiu fazer uma ponte no contrapé e tirar para escanteio. Um final de tarde perfeito na Arena.
Gauchão 2018 - Jogo 1 Da Final
Grêmio 4
Grohe; Léo Moura (Alisson), Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon (Jailson), Arthur, Ramiro e Luan; Éverton e Jael (Thonny Anderson). Técnico: Renato Portaluppi
Brasil de Pelotas 0
Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Heverton e Arthur; Leandro Leite (Vacaria), Valdemir (Mossoró), Calyson e Toty (Ednei); Alisson Farias e Lourency. Técnico: Clemer.
Gols: Éverton (1min/2ºT e 25min/2ºT), Alisson (9min/2ºT) e Ramiro (32min/2ºT).
Cartões amarelos: Léo Moura e Ramiro (G); Éder Sciola, Artur e Valdemir (B).
Cartão vermelho: Éder Sciola.
Árbitro: Anderson Daronco.
Público: 32.238.
Local: Arena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário