Player da RNVW Ao Vivo RNVW Record Play

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Grêmio vence o Cruzeiro por 2 a 0 e segue em terceiro no Gauchão


Bolaños e Ramiro marcaram os gols do time de Renato no Estádio Vieirão

O Grêmio sofreu, mas conseguiu vencer o Cruzeiro por 2 a 0 no Vieirão, em Gravataí, neste sábado. Com gols de Bolaños e Ramiro, a equipe de Renato chegou aos 10 pontos na tabela, cinco atrás do líder Novo Hamburgo, e segue em terceiro no Gauchão. Antes do Gre-Nal em casa no próximo sábado, o time receberá, com reservas, o Ceará na Arena pela Primeira Liga.
Se o sábado era de carnaval, o Grêmio iniciou o jogo na folia. A primeira chegada do time de Renato foi aos três minutos, com Fernandinho, que tocou para Bolaños, na entrada da área, arriscar para defesa de Giovani. Depois, só deu Cruzeiro. Com transição rápida, a equipe de Ben Hur Pereira envolveu a defesa gremista. Aos sete, Reinaldo avançou com liberdade pelo meio. Passou como quis por Michel e Léo Moura antes de arriscar para defesa de Grohe. Aos 10, foi a vez do lateral-esquerdo Sander, um dos destaques do primeiro tempo, que aplicou uma meia-lua em Geromel e tocou para Lucão concluir para fora. No minuto seguinte, Thiago Alagoano recebeu lançamento na área, mas foi desarmado por Geromel antes da finalização.
O Grêmio tentou respirar aos 20 minutos, quando Bolaños pifou Everton, mas Giovani saiu para a defesa antes de a bola chegar aos pés do garoto. 
Depois, o Cruzeiro voltou à carga. Aos 27, Lucão girou em cima de Geromel pelo lado direito e mandou um chute forte, para boa defesa de Grohe. Aos 28, Sander recebeu às costas de Ramiro e concluiu rasteiro, em chute espalmado pelo goleiro do Grêmio.Aos 32, após erro de Léo Moura, que foi desarmado, Willian Kozlowski foi lançado na área. Equivocadamente, o árbitro Daniel Soder marcou pênalti após leve choque do meia com o zagueiro Kannemann, que ainda levou cartão amarelo por reclamação.
Na cobrança, contudo, Marcelo Grohe se agigantou: Lucão cobrou rasteiro, no canto, e o goleiro do Grêmio se esticou todo para espalmar pela linha de fundo. Aos 35, o Grohe apareceu novamente, defendendo cobrança de falta de Thiago Alagoano.
No final do primeiro tempo, aos 44, o Grêmio fez o gol do desafogo. Com liberdade, Miller Bolaños avançou no meio-campo e, da intermediária, arriscou um chute forte, que estourou na parte interna da trave e estufou a rede, deixando o goleiro Giovani sem reação.
_ Vamos acertar os detalhes para sofrer menos e conseguir a vitória _ disse Grohe no intervalo.
No retorno do vestiário, o Grêmio ficou em vantagem numérica. Aos dois minutos, o centroavante Lucão fez falta dura em Michel e levou o segundo cartão amarelo, indo mais cedo para o chuveiro. Por conta da forte entrada, o volante não conseguiu seguir em campo e foi substituído por Arthur.
Com um a mais, o Grêmio tomou conta do meio-campo. Por isso, Renato sacou Fernandinho e colocou Lincoln na equipe. E o garoto, a exemplo do jogo contra o São José, voltou a pifar os atacantes. Tanto que aos 20, Bolaños lançou o meia na ponta esquerda, que fez um cruzamento preciso para Ramiro escorar ao fundo do gol: 2 a 0.
O Grêmio ainda poderia ter ampliado aos 32 minutos, quando Léo Moura cruzou para Everton concluir com perigo, por cima. Mas nem precisou. O time de Renato inicia a semana Gre-Nal com mais três pontos na conta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário