Banner

Grêmio vence o Atlético-MG e não deixa diferença para o Corinthians aumentar Tricolor fez 2 a 0 com tranquilidade



O Grêmio atingiu com tranquilidade seu objetivo. Na tarde deste domingo, o técnico Renato Portaluppi poupou titulares pensando na Libertadores da América e ainda assim o Tricolor bateu o Atlético-MG por 2 a 0 e não deixou aumentar a diferença para o Corinthians na briga pelo título do Campeonato Brasileiro.
Superior ao longo dos 90 minutos, o Tricolor construiu sua vitória ainda no primeiro tempo, com gols de Pedro Rocha e Fernandinho. Depois, o Grêmio tratou de manter a posse de bola e controlou o Atlético-MG. O Galo só teve chance para descontar nos minutos finais, mas o estreante Paulo Victor mostrou estrela e defendeu o pênalti cobrado por Robinho.
Com a vitória, o Grêmio vai a 39 pontos e segue a oito do Corinthians. Na quarta-feira, às 19h15min, o Tricolor recebe o Godoy Cruz pela volta das oitavas de final da Libertadores. Pelo Brasileirão, o próximo compromisso é no domingo diante do Botafogo no Rio de Janeiro.
O jogo
Em razão dos compromissos no meio de semana pela Libertadores da América, Grêmio e Atlético-MG pouparam alguns titulares no jogo deste domingo. No lado Tricolor, o técnico Renato Portaluppi colocou em campo toda a defesa reserva, mas apostou em fortalecer o setor ofensivo. Com os titulares Arthur, Luan e Pedro Rocha tendo as companhias de Maicon, Fernandinho e Éverton, o Grêmio dominou completamente o Atlético-MG. O gol saiu cedo e abriu caminho para uma vitória tranquila na Arena.
O Atlético-MG até teve a primeira chance do jogo, sua melhor no primeiro tempo, mas que deu origem ao lance do gol gremista. Aos 3 minutos, o ex-colorado Valdívia sofreu falta de Maicon próximo à área gremista. Ele mesmo bateu e o estreante Paulo Victor fez boa defesa mandando a bola para escanteio.
Na cobrança do corner, o Tricolor saiu rápido em contra-ataque puxado por Luan. O camisa 7 deu o passe em profundidade para Éverton, que cruzou na medida para Pedro Rocha cabecear sem chances para Victor e abrir o placar aos 5.
Com a vantagem logo cedo, o Grêmio apostou na posse de bola para manter o controle do jogo. O Atlético-MG, mesmo atrás, marcava em seu campo e tentava atacar em saídas rápidas de Valdívia e Otero, que foram raras nos primeiros 45 minutos.
A superioridade do Grêmio se transformou em mais um gol aos 26 minutos. Luan deu belo passe para Léo Moura, que fez o cruzamento para Pedro Rocha. O atacante cabeceou, Victor deu rebote e Fernandinho apareceu para mandar para o fundo das redes, 2 a 0.
O segundo gol tricolor não alterou o panorama do jogo. O Grêmio manteve o controle da partida na base da posse de bola e o Atlético-MG seguiu sem conseguir ameaçar Paulo Victor. Com 65% de posse de bola, a equipe de Renato Portaluppi trocou quase o triplo de passes que os mineiros - 376 a 133 – e foi para o intervalo com a boa vantagem de 2 a 0.
O Grêmio voltou para o segundo tempo sem mudanças. No Atlético-MG, Micale promoveu a entrada de Robinho no lugar de Élder, que não ofereceu perigo à zaga do gremista no primeiro tempo.
E o Tricolor quase ampliou logo aos 5 minutos. O goleiro Paulo Victor deu um chutão para frente, Luan desviou de cabeça e Pedro Rocha apareceu às costas da zaga. O camisa 32 chutou de esquerda e a bola ainda teve um desvio de Victor antes de explodir na trave.
O Atlético-MG foi levar perigo apenas aos 17 minutos, quando Robinho recebeu passe e, de primeira, uma bola que passou próxima ao travessão. Aos 29, Robinho novamente teve a chance. Dessa vez ele superou Bressan e bateu de esquerda para defesa tranquila de Paulo Victor.
Com o tempo passando, o técnico Renato Portaluppi aproveitou para mexer no time. Primeiro Lincoln, depois Jaílson e o garoto Patrick foram chamados para entrar. Saíram Pedro Rocha, Maicon e Éverton.
O Atlético seguia sem conseguir ameaçar Paulo Victor até que aos 44 minutos o árbitro Flavio Rodrigues de Souza viu pênalti de Bruno Rodrigo em Bremer após escanteio. Robinho foi para a cobrança, mas o goleiro gremista mostrou estrela em sua estreia. O atacante do Galo apostou em uma batido no meio, Paulo Victor ficou parado e só deu um tapa para mandar a bola para escanteio e garantiu o placar de 2 a 0.
Brasileirão 2017 – 19ª rodada
Grêmio - 2
Paulo Vitor; Léo Moura, Bressan, Bruno rodrigo e Marcelo Oliveira; Maicon (Jaíson, Arthur, Fernandinho, Luan e Pedro Rocha (Lincoln); Everton (Patrick). Técnico: Renato Portaluppi.
Atlético-MG - 0
Victor; Alex Silva, Bremer, Matheus Mancini, Leonan; Roger Bernardo, Adílson (Marlone), Yago, Otero, Valdívia (Pablo) e Élder (Robinho). Técnico: Rogério Micale.
Gols: Pedro Rocha (5min/1ºT), Fernandinho (26min/1ºT)
Cartões amarelos: Maicon, Paulo Victor, Arthur (GRE); Bremer (ATL)
Arbitragem: Flavio Rodrigues de Souza (SP), auxiliado por Daniel Paulo Ziolli e Daniel Luis Marques (Ambos de SP)
Local: Arena, em Porto Alegre (RS) 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.